Veja como foi a primeira Virada Sustentável Salvador | Caderno 2 Produções

Caderno 2 Produções -



Publicado em 29 de novembro de 2016

Veja como foi a primeira Virada Sustentável Salvador

OCUPAÇÃO DAS ÁREAS VERDES EM DIAS DE SOL: VIRADA SUSTENTÁVEL FAZ BALANÇO POSITIVO

OCUPAÇÃO DAS ÁREAS VERDES EM DIAS DE SOL: VIRADA SUSTENTÁVEL FAZ BALANÇO POSITIVO

Ocupação de espaços públicos. Reforço da importância das áreas verdes da cidade como espaço de socialização, exercício de cidadania e resistência natural. Reconhecimento de parques, praças e jardins, alguns desconhecidos da população. Esse foi o resultado da Virada Sustentável Salvador, que aconteceu no último fim de semana, de sexta (25) a domingo (27), realizada pelo Instituto Fábrica de Florestas (IFF), em parceria com a Virada Sustentável.

Jardim Botânico, Parque Costa Azul, Parque da Cidade, Parque de Pituaçu e Parque São Bartolomeu foram alguns pontos que receberam a programação gratuita de shows musicais, apresentações teatrais, instalações, exposições, literatura, ações sociais, além de debates e oficinas, todos tendo a Sustentabilidade como viés.

“Ocupar esses espaços, entre eles o Jardim Botânico e o Parque São Bartolomeu, pouco conhecidos do público, foi um ganho fantástico. É nadar contra a correnteza! Precisamos transformar Salvador, trazê-la para as áreas verdes. Esperamos que, ano que vem, a Virada venha com uma programação ainda mais densa e forte”, destacou Álvaro Oyama, do IFF.

Em sua primeira edição na capital baiana, o festival de mobilização e educação para a sustentabilidade contou com a participação de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, setor privado, escolas e universidades, além de coletivos de cultura e movimentos sociais, que foram conferir as atividades.

“É uma grande campanha de educação com cara de festival cultural. As pessoas curtiram as atividades e atrações e saíram dos espaços ocupados um pouco mais conscientes e informadas. As pessoas ainda entendem Sustentabilidade apenas como cuidado com o meio ambiente, mas há também, dentro dessa área, temas como erradicação da pobreza, redução da desigualdade, direitos humanos e qualidade de vida”, definiu o idealizador da Virada, André Palhano.

Entre os destaques da programação, estiveram o show de Xangai com Paulo Araújo (juntos, celebraram o Velho Chico e o Sertão da Bahia em um repertório encantador), na Concha Acústica do Parque da Cidade, local mágico que recebeu também a animada apresentação de Peu Meurray com sua percussão “pneumática” produzida à base de pneus jogados fora. No “coração do evento”, no Itaigara, ainda aconteceram ações como o desfile do Grupo Fonte da Vida – projeto inclusivo do SESC com idosos, que confeccionaram, com materiais reciclados, roupas temáticas – e o CTE Capoeiragem – que concilia a parte prática, através de treinos e didáticas de aulas, com a parte teórica, estudando e conhecendo a cultura brasileira com enfoque na arte capoeira.

No Parque Costa Azul, o Mercado IAÔ, referência em design e sustentabilidade, reuniu expositores de diferentes ramos da economia criativa, com foco em reaproveitamento de materiais na confecção de diversos produtos, de roupas a móveis, e contou também com show de Margareth Menezes, numa linda homenagem aos conterrâneos Gilberto Gil e Caetano Veloso. No ainda inexplorado Jardim Botânico, o público pôde se divertir, aprender e se aventurar nas visitas guiadas com Trilhas Ecológicas, enquanto no Parque São Bartolomeu, aconteceu Oficina de Lanches Naturais e até desfiles de Moda Sustentável, com peças criadas a partir de materiais reutilizados.

Além dos parques, pontos como São Tomé de Paripe também integraram a programação do evento. No Subúrbio, o grupo Viellas criou um letreiro que valoriza o local, com a frase EU AMO SUBÚRBIO, todo de madeira descartada.

RODAS DE CONVERSA – Informação acessível para todos. Essa foi a proposta das Rodas de Conversa que aconteceram no Auditório do Parque Social, no Parque da Cidade. Nomes como Luiz Viana Queiroz (Presidente da OAB), Luciana Galeão (Designer de Moda), Asher Kiterstok (UFBA), Kaio Moraes (Presidente da Limpurb), Luciana Khoury (Promotora de Justiça Regional Ambiental de Paulo Afonso e Coordenadora do Núcleo do São Francisco no Ministério Público da Bahia), e Fabio Acerbi (Diretor de Relações Corporativas da Coca-Cola/Solar) discutiram temas de relevância em torno da Sustentabilidade, como “Inovação Social e Sustentabilidade – Cases de Empreendedorismo Social”, “Arquitetura e Engenharia Sustentáveis” e “Águas da Bahia”.

O evento contou com Marketing Cultural da Caderno 2 Produções e foi apresentado pela Braskem e Governo do Estado da Bahia, com patrocínio da Coelba e Vivo, através do FazCultura. A Virada Sustentável Salvador teve Apoio da Prefeitura de Salvador através da Secretaria Cidade Sustentável.

Print Friendly